segunda-feira, 30 de julho de 2012

Preço do Táxi em algumas cidades do Brasil!

Gente, achei este site fantástico! Podemos ter uma ideia de quanto ficará uma corrida de táxi em várias cidades do Brasil. Você escolhe a cidade, ponto de partida e ponto de chegada, e o site dará os valores aproximados da bandeira 1 e da bandeira 2!!  Para os turistas e mesmo para quem é da cidade é uma informação muito valiosa que evita alguns desentendimentos. Vale lreforçar que o valor não é fixo, é apenas uma aproximação, pois dependendo do percurso o valor será diferente e também se houver engarrafamento o valor irá mudar, pois agora os táximetros rodam mais rápidos quando o táxi está parado também. Coloquei abaixo vários percursos como exemplo, usando a cidade de Salvador.


Aeroporto - Barra

Praça da Sé - Barra

Estação Rodoviária - Barra

Barra - Estação Rodoviária

Barra - Iguatemi


Segundo o Decreto 17.004, de 29 de novembro de 2006, a bandeira 1 nos táxis de Salvador é usada de segunda a sexta-feira, das 6 às 21 horas, nos meses de janeiro a novembro, salvo decisão da Gerência de Táxi da Transalvador em algum momento especial.

Já a bandeira 2 será usada: de segunda a sexta, das 21 horas às 6 horas do dia seguinte; aos sábados, a partir das 14 horas; nos domingos e feriados, em qualquer horário; em qualquer dia e qualquer hora nas corridas que tenham como origem ou destino o aeroporto; e durante todo o mês de dezembro em qualquer dia ou horário.

 http://precodotaxi.com/

 

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Bombay! Herbs & Spices - Ervas e especiarias no Salvador Shopping!!

Bombay! Herbs & Spices - Ervas e especiarias!!



Que surpesa boa!! Andando pelo Salvador Shopping, segundo piso, me deparei com um pequeno stand da Bombay!! Nossa, encontrar certas especiarias aqui em Salvador é um verdadeiro sacrifício. Adoro comida com sabor, esse negócio de comer comida de hospital não é comigo não! Provei o alho negro... nossa estava maravilhoso!! Lá tem quase tudo: flor de sal, sal grosso com ervas, etc, etc!




Bombay - alho negro

O alho negro é simplesmente uma delícia!!


Bombay - alho negro em conserva




Os kits de especiarias são excelentes formas de presentear a quem gosta de cozinhar!!


 

Espero que logo, logo, eles abram uma loja grande, aqui em Salvador, com todos os produtos que a Bombay tem!! Amei!!


Comer chocolate emagrece, diz pesquisa!!

 

Gente, adorei esta notícia!!! Agora posso comer chocolate, todos os dias, em benefício da minha saúde!!  

Li uma pesquisa publicada no Achives of Internal Medicine, onde se chegou a conclusão que se comendo, em média, 28 gramas de chocolate amargo todos os dias, você pode aumentar a massa magra e perder peso!!! Todo este benefício se dá devido à presença do antioxidante catequina!!! A pesquisa diz que quanto maior a frequência que você come chocolate, maior será a sua massa muscular.

Claro que quanto maior for a concentração de cacau, maior será a percentagem de catequina!!

Isto é o que podemos chamar de uma boa notícia!!!

 


Chocolate AMMA 50% - Foto Marcília Castro

 

Além disso, em um panfleto que peguei no Salon du Chocolat, havia também a informação de que o cacau tem elevadas concentrações de flavonóides, que o consumo moderado reduz a pressão sanguínea, combate o colesterol ruim, estimula o cérebro a produzir serotonina, ajuda a combater a depressão e a ansiedade e estimula os centros de prazer e bem-estar. 

Não é à toa que o cacau é chamado de o "Alimento dos Deuses"!!!

O que são:


Flavonóides: Os flavonóides são substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias que se encontram em determinadas alimentos como frutos secos, chás, especialmente o chá verde, vinho tinto, uvas, suco de laranja, cebolas, tomates e o chocolate amargo.
Estudos recentes têm demonstrado que o consumo diário de flavonóides pode prevenir doenças como o câncer e doenças cardiovasculares. O ideal é ingerir 31 mg de flavonóides por dia.
Por ser considerado uma substância antioxidante o consumo de alimentos ricos em flavonóides ajuda a diminuir a ação maléfica dos radicais livres prevenindo doenças e o envelhecimento. ( do site: http://www.tuasaude.com/flavonoides/ )

terça-feira, 24 de julho de 2012

Noir, Le Lis Shopping Iguatemi em Salvador

Hoje é a inauguração da nova loja da Noir, Le Lis no Shopping Iguatemi!! Os homens de bom gosto devem dar uma passadinha por lá para conferir! E suas esposas também, é claro! Quem não gosta de ver o seu companheiro guapo? E lá você terá opções maravilhosas e de muito bom gosto! Não percam!!




quarta-feira, 18 de julho de 2012

Escola Rural Dendê da Serra!





História
Em português
No Litoral sul baiano, numa região de Mata Atlântica, praias e mangues, surgiu em 2001 a primeira escola Waldorf da Bahia. Um pequeno grupo de pais e professores fundou a Associação Pedagógica Dendê da Serra, dando início a um trabalho de parceria com a prefeitura de Uruçuca e implantando o seu projeto pedagógico numa pequena escola rural, que atendia cerca de 30 crianças num espaço cedido por uma fazenda próxima à vila de Serra Grande. Hoje, a Escola Rural Dendê da Serra funciona no seu próprio espaço, em meio a uma bela paisagem natural, oferecendo um ensino guiado pela antroposofia a cerca de 120 crianças da região de Serra Grande e Itacaré.
 
History
In English
In 2001 a small group of parents started the Dendê da Serra project, in a little farm school 6km from Serra Grande village, attended by 30 children in its first year. Supported by several different sponsors, the project grew fast and moved to its own space in 2003, in buildings surrounded by a beautiful natural landscape, within a region of Atlantic rain forest, beaches and mangroves. Today the Escola Rural Dendê da Serra, the first Waldorf School in Bahia, offers a rich and motivating education to 120 children of the local community.


O Trabalho Pedagógico
Em português
A escola mantém duas turmas de jardim de infância (com a possibilidade de permanecer em período integral para as crianças que precisam) e o ensino fundamental da 1ª à 8ª série. As aulas funcionam no período da manhã, servindo-se uma refeição nutritiva para as crianças no recreio. À tarde, há aulas de reforço e atividades para as classes maiores, como música, artes aplicadas e jardinagem. O ensino é orientado pela Pedagogia Waldorf, que busca promover o ser humano de forma integral, envolvendo sua mente, suas emoções, seu corpo e sua espiritualidade. Atividades artísticas e práticas acompanham os conteúdos do currículo, resultando num ensino que motiva a criança e desenvolve da melhor forma possível o potencial de cada aluno.
A inclusão de elementos da cultura local, a integração de crianças de diferentes origens sociais e o amor à natureza constituem também objetivos fundamentais do trabalho na escola, que está situada em meio a uma Área de Proteção Ambiental reconhecida pela UNESCO como patrimônio da humanidade.

The Educacional Work
In English
The school has two kindergarten groups (with the possibility of staying the whole day for those who need it) and eighth grades of elementary school. The classes take place during the morning, and the children have a rich lunch in the break. In the afternoon there are extra lessons for students with learning difficulties, and several activities for the older classes, such as music, gardening and wood work.
Our school operates with the Waldorf pedagogy, created by Rudolf Steiner, which aims to help students to work with their minds, emotions, body and spirit. In order to motivate the children and to develop their full potential, the curriculum is completed with artistic and practical activities. Introducing elements of our local culture, integrating children of different social backgrounds and cultivating a loving attitude towards nature are also fundamental aims of the school, which is located in an Environmental Protection Area recognized by UNESCO as human heritage.


Como apoiar a escola?
Em português
Existem várias possibilidades para quem quer apoiar o nosso trabalho. Uma forma de auxílio são doações regulares ou não (qualquer valor é bem vindo!), ou doações materiais, mobiliário, roupas, instrumentos musicais ou mesmo alimentos. Uma opção que nos fornece mais segurança e que possibilita ao doador um maior contato com a escola é o apadrinhamento de uma determinada criança - o doador deposita regularmente o valor do custo mensal de um aluno e, se assim o desejar, recebe notícias sobre o desenvolvimento do seu "afilhado". Ou seja: com a sua doação mensal, o padrinho estará possibilitando que uma criança estude na Escola Dendê da Serra, realizando todo o seu potencial e conquistando um futuro digno!

How can I help the school?
In English
There are several ways of helping the association, from occasional donations to regular contributions (any amount is welcome!) Material such as food, clothes, musical instruments and tools can also be donated. Another option that provides you direct contact with the school and allows us to cover the costs of a poor student is become a "godfather" of  a specific child. This involves donating a monthly fee and you will receive regular news about "your" kid. This is a great way to help a young student to develop his/her potential and is provide a better future for a Brazilian child.


Manutenção da Escola
Em português
A maioria de nossos alunos provém de famílias que não têm condições de contribuir financeiramente com a associação. Eles dependem da boa vontade de doadores e padrinhos para continuar estudando na escola, que enfrenta grandes dificuldades para cobrir todas as despesas.

The School's Maintenance
In English
Most of our students' families (over 80%) are people from the land, with little education and a very low income. As the students cannot pay a financial contribution to the association, the school is maintained by private sponsors and charity foundations who support the projects with donations.

Escola Rural Dendê da Serra


Associação Pedagógica Dendê da Serra
Rodovia Ilhéus-Itacaré (BA-001), Km 30
Serra Grande - Uruçuca - Bahia
Telefone: 73-3239-6285

Endereço para correspondência
Caixa Postal 415, 45653-970 Ilhéus - BA
E-mail: amigosdadendedaserra@gmail.com
Skype: dende.da.serra

Conta Bancária
Banco Itaú
Agência 0291 (Ilhéus)
Conta Corrente nº 34.232-7


Associação Pedagógica Dendê da Serra
Telephone:  +55-73-3239-6285
Post address: Caixa Postal 415,
45653-970 Ilhéus - BA
E-mail: amigosdadendedaserra@gmail.com

Bank account in Brazil
Banco Itaú
Agência 0291 (Ilhéus)
Account no 34.232-7
SWIFT Code: ITAUBRSP


For payments in  Euro: please contact
Freude der Erziehungskunst
Rudolf Steiner e.V (Germany)
E-mail: freund.waldorf@t-online.de
Telephone: + 49-30-6170-2630

Bank account
Postbank Stuttgart (BLZ 600 100 70),
Konto-Nr. 39800-704 (project no 4775)
IBAN: DE91 6001 0070 0039 8007 04
BIC: PBNKDEFF
The above organization is our European representative
All funds paid to this organization will be transferred unabridged to Associação Pedagógica Dendê da Serra.
All contributions will be confirmed by a receipt



terça-feira, 17 de julho de 2012

Você gostaria de visitar fazendas de cacau no sul da Bahia?

Gente, durante a programação de eventos do Salon du Chocolate, fui convidada para fazer este programa de visitas às fazendas de cacau no sul da Bahia, infelizmente não pude ir, mas na próxima oportunidade estarei lá com certeza!!! Um amigo meu foi e achou fantástico! Quem puder, não deixe de participar!! É uma experiência única!!




Do cacau ao chocolate!


Uma vivência única do plantio do cacau à produção de chocolate gourmet, com a doceira Juliana Motter, da Maria Brigadeiro.

"Por muitos anos, o Brasil foi o maior exportador de cacau do mundo – um privilégio para poucos, já que o fruto só se desenvolve em uma diminuta faixa equatoriana. Nossa tradição, no entanto, sempre foi a produção de um cacau para uso industrial, de baixa qualidade. Em 1989, um fungo conhecido como vassoura de bruxa devastou rapidamente os cacauais,  o que acabou por rebaixar o Brasil a importador de cacau. Impedidos de produzir quantidade, os fazendeiros do sul da Bahia começaram a investir em qualidade. De olho no mercado gourmet, os produtores de cacau tem se dedicado ao cultivo de um cacau mais selecionado, com características aromáticas únicas, devido a cuidadosos processos de manejo do fruto. A proposta deste roteiro é fazer uma imersão no universo do cacau gourmet, acompanhando cada etapa do processo produtivo: plantio, colheita, classificação, fermentação, secagem, torra e a finalmente a produção de um chocolate nacional  bastante diferenciado."- Juliana Motter.




Destinos do cacau: Ilhéus e Itacaré
Bahia – Brasil
15/11/2012- Quinta-feira – ILHÉUS 
Chegada no aeroporto de Ilhéus. Recepção e traslado para o Makenna Resort. A hotelaria do Makenna é impecável, um paraíso escondido.
Jantar no hotel com um grupo seleto de produtores de cacau premiados internacionalmente e pessoas engajadas no movimento do cacau gourmet. O menu será temático, de chocolate gourmet da Bahia.

16/11/2012 – Sexta-feira – ILHÉUS
Café da manhã com comidinhas típicas da região e encontro as 8h30 na recepção do hotel. Saída para a fazenda Lajedo do Ouro,  referência no plantio de cacau gourmet.
Incursão na mata com os produtores para entender os diversos tipos de plantio do fruto. Finalizaremos a experiência plantando uma árvore de cacau.
Almoço no restaurante do Juscelino, num delicioso jardim no alto de uma colina. Juscelino é conhecido pela  criatividade na combinação de ingredientes locais. Entre as especialidades do chef, degustaremos o tambaqui (criado na região) grelhado em crosta de nibs (amêndoa de cacau orgânica levemente torrada em baixa temperatura). Visita a fazenda de João Tavares, conhecido e premiado internacionalmente pela sua tecnologia na pós-colheita. Sua fazenda  foi premiada com o Cocoa Excellence em 2010 e 2011. Acompanharemos, com João, todo o processo de  fermentação e também de secagem do cacau, processos determinantes para a qualidade aromática da amêndoa. Faremos um pique-nique na fazenda em que degustaremos todos os tipos de cacau produzidos na região, entendendo as peculiaridades de cada um. 

17/11/2012 – Sábado – ITACARÉ 
Café da manhã, check- out e encontro as 8h30 na recepção do hotel.
Saída para Itacaré  para visitar a Fazenda de Diego Badaró, produtor do chocolate Amma, conhecido e premiado mundialmente.
Entenderemos como é feita a produção do cacau orgânico,  e como as cooperativas são integradas na sua produção, de modo a torná-lo sustentável. Faremos um passeio pela fazenda e entenderemos como se posiciona o chocolate brasileiro no mercado mundial e quais são suas características principais. 
No fim da tarde seguimos para a pousada Sages Point.

18/11/2012- Domingo – ITACARÉ / ILHÉUS
Café da manhã, encontro as 10h na recepção do hotel. 
Seguimos para Fazenda Provisão, uma das mais tradicionais construções coloniais da região 
Almoço de despedida na fazenda e traslado para o aeroporto de Ilhéus




Programa sujeito a alteração
Informações e Reservas :  goute@goute.com.br 

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Perfil dos Chocolatiers que irão participar do Salon du Chocolat Bahia 2012!



 Arnaud Larher - França - www.arnaud-larher.com
Sempre em busca da perfeição dos sabores e texturas, Arnaud LArher começou sua carreira aos 21 anos na patisserie. Em 2007, depois de diversas outras honrarias, recebeu o título de Meilleur Ouvrier du France, título criado em 1924 e dado anualmente pelo governo francês para os melhores padeiros ou chefs franceses que se dedicam ao seu ofício de forma artesanal. Hoje, ostenta com orgulha a jaqueta branca com o colarinho nas tradicionais cores da França.
Suas criações já extrapolaram os limites franceses e hoje é possível encontrar seus produtos até mesmo em Tóquio. Macarrons, sobremesas, bolos, tabletes e bombons são produzidos a partir de matérias-primas de alta qualidade, como o cacau brasileiro, e em combinações inusitadas e únicas.


 Bernachon Chocolatier -França - www.bernachon.com
Tradicional família de chocolateiros da França, a Bernachon é reconhecida internacionalmente pela escolha da matéria-prima selecionada e pela torrefação perfeita das amêndoas. Já são três gerações dedicadas a essa verdadeira alquimia, buscando excelência em todas as fases do processo em sua fábrica instalada em Lyon, França.
Entre as especialidades da casa, está o le palet d'or, uma pequena delícia feita com chocolate amargo selecionado e creme de leite, decorado com folhas de ouro. Já as barras de chocolate reúnem mais de 30 variedades de cacau e combinações, como o Brésilien - feita com cacau brasileiro altamente selecionado – e o Kalouga – recheada com caramelo.
Philippe Bernachon, que hoje é o chocolatier responsável pela marca, comanda pessoalmente o stand no Salon du Chocolat Bahia.


Benoit Chocolat - França - www.chocolats-benoit.com
 Anne-Françoise é a chocolatier responsável pela marca criada em 1975 por seus pais. Ao longo dos anos, vem conquistando distinções diversas e hoje já está entre as 12 melhores chocolatiers da França. Entre suas especialidades estão os Caramandes, finas placas de amêndoas caramelizadas cobertas com chocolate, que se tornaram marca registrada da Benoit e estarão sendo comercializados durante o Salon du Chocolat Bahia 2012.  Estarão disponíveis ainda caixas de bombons finos e sua linha de miniaturas da Torre Eiffel, produzidos a partir de amêndoas de alta qualidade. Com a sua vinda ao Brasil, Anne-Françoise pretende conhecer de perto o cacau brasileiro, já utilizado nas suas criações e identificar novos fornecedores.


Bonnat Chocolatier – França - www.bonnat-chocolatier.com
 Com a máxima: “O que é bom para o paladar não faz mal para a alma”, a Bonnat Chocolatier foi fundada em 1884 por Félix Bonnat. Desde então, as gerações se sucedem à frente da marca, que hoje já está presente em 180 lojas em toda a França – sem que isso signifique perda da qualidade.
Todos os recheios são produzidos na própria fábrica, garantindo a uniformidade dos sabores, que ganham as particularidades dos blends de cacau de todo mundo. A cada ano, novos blends são formados, com novas notas, sabores e aromas. Entre suas criações estão os bombons Brazil (um recheio de praliné de amêndoas com café, coberto por chocolate) e o Bahia (com recheio de praliné de avelãs e amêndoas com café também coberto por chocolate).
No último dia do Salon du Chocolat Bahia (8/07), as versões tradicionais do ganache, do fondue de chocolate e do chocolate quente e frio serão apresentadas por Stéphane Bonnat durante a ChocoDemo em dois horários: 11hs e 12hs.


Demarquette Fine Chocolates - Inglaterra - www.demarquette.com
 O britânico Marc Demarquette é formado na prestigiada Maison Lenôtre, em Paris, e se preocupa com a origem da sua matéria-prima, escolhida com rigor e sob princípios de responsabilidade social e ambiental. O chocolateiro também encabeça campanhas pelo fim do trabalho infantil na cadeia do cacau – presente especialmente em países africanos – e prima pelo rastreamento total do processo produtivo das matérias-primas utilizadas. Para compor seus chocolates, usa, sempre que possível, produtos locais de pequenos produtores, evita o uso de aromatizantes artificiais e de açúcar tradicional - trocado por mel e açúcar de beterraba. Entre os bombons, recheios especiais como os de limão siciliano e pimenta rosa. Destaque para o Blanc Manger des Antilles, que mistura em seu recheio coco assado com noz moscada e canela e um pouco de rum das Antilhas e que ganhou o prêmio máximo da Academy os Chocolate Award em 2007. "Meus chocolates são derivados de pura paixão. Paixão pelo ofício artesanal tradicional e paixão pela perfeição do meu produto acabado”.
Marc Demarquette é um dos convidados para a ChocoDemo do Salon du Chocolat Bahia e apresenta, no dia 6 de julho, uma demonstração especial sobre o verdadeiro (e perfeito) mingau inglês.


Domori - Itália - http://www.domori.com
A marca italiana Domori, que inova em seus métodos de produção para retirar novas notas do sabor original do cacau, foi criada em 1994 e tem sua sede em Turim. Desde o início, vem investindo no cacau puro de origem, especialmente de fazendas da América Latina. A marca defende que a degustação dos melhores chocolates não é uma experiência apenas do paladar, como também do tato e do olfato. Para o Salon du CHocolat Bahia, a marca traz algumas das suas principais criações, sob a batuta do mestre chocolateiro Gianluca Franzoni. Na bagagem, tabletes da linha Single Origins na qual a origem das amêndoas ganha destaque em altas concentrações (70 e 100%). Os métodos de torrefação ajudam a valorizar as notas persistentes do caramelo presente no cacau do tipo Apurimac (Peru) ou de castanhas assadas nos tabletes produzidos a partir de cacau Arriba (Equador).
Fabrice Gillotte – França - www.fabrice-gillotte.fr
O francês Fabrice Gillote, um dos mais premiados chocolatiers franceses e com lojas na França e no Japão, caracteriza suas criações artesanais como tendo “sabores inéditos e alianças ousadas”. Tudo isso aliando técnica e matérias-primas diferenciadas pesquisadas em diversas partes do mundo, como Bali, por exemplo. Para o público do Salon du Chocolat Bahia, Gillote apresenta sua caixas Créations: um resumo de sua trajetória de sabores através de bombons como o Complexité (recheados com ganache de balsâmico de Módena, geleia de morango e coberto por chocolate) e o Lavande (recheado com um macio nougat com mel de lavanda em infusão) em uma clara referência à região da Provence. Os sabores passeiam ainda por clássicos como amêndoas, caramelo, laranja e chocolate puro de alto teor de cacau.


François Pralus – França - www.chocolats-pralus.com
Com lojas nos Estados Unidos, Europa e Japão, François Pralus é a segunda geração de uma família de renomados chefs franceses e considerado um dos três melhores do seu país. Seus chocolates gourmet utilizam matéria-prima tipicamente brasileira: parte do cacau utilizado por Pralus vêm das fazendas de Diego Badaró, instaladas no Sul da Bahia.  São mais de 40 receitas exclusivas, que começam com um inusitado método, no qual Pralus produz uma espécie de chá de cacau, a partir do qual consegue identificar de forma clara os sabores presentes nas amêndoas antes de iniciar a produção. Tanta dedicação faz com que a marca venda mais de 80 toneladas de chocolate por ano, sem que isso signifique abrir mão da qualidade e dos sabores únicos. Entre suas novidades, a expectativa por sua primeira colheita de cacau, em uma fazenda própria localizada em uma ilha a noroeste de Madagascar.


Jean-Paul Hévin - França - www.jphevin.com
 Suas caixas de bombons são produzidas diariamente e se dividem entre mais de 40 recheios nos quais se destacam os sabores de frutas, especiarias, caramelos e licores. Jean-Paul Hévin criou e comandou de perto também a expansão da marca, criada em 1988 e hoje está presente em mercados como Hong Kong, Japão e, claro, França. Para o Salon du Chocolat Bahia, o francês apresenta, entre outras delícias, o Palets d'été, chocolates produzidos a partir de cacau puro com notas de frutas como a banana e recheados com chá, doce de leite, leite de coco com flor de sal e coco, entre outros.


Rasmus Bo Bojesen - Dinamarca - www.bojesen.dk
Ansioso por conhecer o que considera o berço do cacau na América do Sul, Rasmus Bo Bojesen, aproveita a vinda ao Salon du CHocolat Bahia para apresentar seu chocolate Oialla com concentracão de 70% de cacau orgânico produzido a partir de amêndoas da Bolívia. Suas criações refletem sua trajetória como chef de cozinha, iniciada ainda na década de 1980, através da qual esteve em diversas partes do mundo, trabalhando com grandes nomes da gastronomia mundial. Já consagrado como chef, Bojesen descobriu a paixão pelo chocolate pelas mãos da família Bernachon, uma das mais tradicionais chocolateiras da França.


Oriol Balaguer – Espanha - www.oriolbalaguer.com
 Os doces despertaram a paixão em Oriol Balaguer desde cedo, influenciado pelo pai que era confeiteiro. Boa parte das criações do espanhol tem como referência estética a amêndoa do cacau. São 20 coleções de chocolate com recheios distintos como gin, soja, wasabi, castanha assada, gengibre, milho frito, açafrão e trufa. As delícias, em formato de uma amêndoa de cacau partida ao meio, estão disponíveis em suas lojas de Barcelona, Madri e Riyad (Arábia Saudita). Para o Salon du Chocolat Bahia, Balaguer traz bombons, barras e amêndoas confeitadas produzidas a partir de safras selecionadas de cacau. Ele também participa da ChocoDemo, no dia 08/07.


Pierre Marcolini Chocolatier – Bélgica - www.marcolini.be
 Anualmente, Pierre Marcolini viaja alguns dos principais países produtores de cacau em busca de matéria-prima exclusiva, produzida por pequenos produtores. O processamento leva em consideração as características de cada grão, analisados minuciosamente. Além de suas linhas regulares, Marcolini costuma lançar edições especiais, como as de verão, por exemplo,  nas quais as frutas ganham destaque em suas lojas instaladas em Bruxelas, Nova Iorque, Paris, Londres, Japão e no Oriente Médio. O uso de ingredientes incomuns, como pêra, maçã, melão, sândalo e carvalho, o coloca como um dos melhores chocolatiers do mundo.


Sadaharu Aoki – Paris - www.sadaharuaoki.com
Nascido em Tóquio, Sadaharu Aoki já adquiriu o savoir-faire francês, pois desde 1991 vive no país. Justamente por isso, utiliza em suas criações técnicas clássicos franceses mantendo suas raízes orientais: gengibre, chá verde e gergelim são ingredientes utilizados por ele em trufas, tablets e bombons. Para Aoki, simplicidade é a alma da chocolateria, o que torna esta arte ainda mais única: “eu gosto de coisas simples, mas elas são as mais difíceis de serem feitas”. Cada detalhe é lembrado e as barras de chocolate encantam a visão por suas cores fortes e surpreendentes que vão do verde ao laranja, dependendo do recheio.


Vincent Guerlais – França - www.vincentguerlais.com
 Desde criança, Vincent Guerlais tinha um gosto especial por doces e, por isso, começou sua formação cedo, aos 14 anos. Aos 22 anos, abriu sua primeira loja ao lado da esposa, Karen. Bolos, doces, macarons, trufas e chocolates especiais são criados a partir de matérias-primas especiais e delicadas. Entre suas criações está o P’tit Beurre, que é a versão em chocolate do tradicional biscoito francês, recheado com creme de avelã e biscoito. Esta é uma delícias que serão trazidas por Guerlais para o Salon du Chocolat Bahia, bem como caixas de chocolate variadas e tabletes recheado com avelãs e gianduias e caramelo levemente salgado. “Nossa receita: oferecer um produto que desperta os sentidos!”, diz ele. Vincent Guerlais é um dos chocolatiers internacionais que irá participar da ChocoDemo, durante o Salon du Chocolat Bahia.


Sébastien Bouillet – França - www.chocolatier-bouillet.com
 Sua primeira loja foi aberta em Lyon, na França, e hoje a marca está presente também no Mercado japonês. Através de viagens, nos quais busca criar relações próximas com produtores de cacau e fornecedores de matérias-primas, seus produtos obedecem, nas próprias palavras de Sébastien Bouillet, às leis da emoção, paixão, pesquisa e autenticidade